12 de dez de 2009

Solaris

Acabei de ver na TV a cabo "Solaris" versão 2002. 30 anos antes Andrei Tarkovsky lançou sua versão, considerada por muitos como o "2001 soviético". Seguindo o estilo do diretor, era um filme bastante longo (160 min.) e com uma narrativa não linear, sobre uma estação espacial localizada próxima a um objeto estelar desconhecido, que se torna um local de expiação de culpas e medos interiores para a tripulação.

O comentário mais óbvio sobre a versão hollywoodiana, com George Clooney no papel principal, seria o de que o filme soviético foi "mais profundo". Mas o filme atual, além do ritmo e da duração mais curta, também é excelente, embora a narrativa não-linear pode confundir um pouco o público mais tradicional.

Vale a pena dar uma conferida em ambas as versões. 


(Buteco.com, 20/03/2004)

Nenhum comentário: