21 de dez de 2009

Gemidos de Sharapova serão vigiados

Londres - Campeã do ano passado em Wimbledon, Maria Sharapova abre a rodada desta terça-feira da quadra central do All England Club para enfrentar a espanhola Nuria Llagostera, conhecida como a tenista mais baixa do circuito feminino, com apenas 1,55 metro. O público promete lotar as arquibancadas, a briga dos fotógrafos por um lugar no palco dentro da quadra é a maior já vista para uma partida de primeira rodada e milhões e milhões de investimentos feitos na tenista russa estarão em jogo.

E diante de uma repercussão gigantesca para a estréia da tenista russa no torneio, o árbitro-geral do All England Club, Alan Mills, disse estar preocupado com os gemidos de Maria Sharapova. Diz que são muito altos e que se o juiz de cadeira perceber que está fazendo de propósito, procurando prejudicar a adversária, ela deverá ser advertida.

O jornal inglês Sunday Times garante ter feito uma aferição e consta que os charmosos gritinhos da russinha alcançam a casa dos cem decibéis - "quase o mesmo barulho de um avião pequeno aterrisando", exagera o periódico.

Alan Mills, com 22 participações como árbitro-geral de Wimbledon, irá se aposentar após a competição deste ano. Mas, antes de se retirar, quer uma mudança nas regras, exigindo um controle maior nos gemidos das tenistas - especialmente Sharapova. "Nos últimos anos, as tenistas estão gritando cada vez mais alto. Muitas fazem de propósito e é preciso criar um meio de controlar esse abuso", justificou.

(do Estadão) 


(almanaq, 20/06/2005)


 

Nenhum comentário: