31 de dez de 2009

NON DVCOR DVCO


O Brasão de armas da cidade de São Paulo é formado por um escudo com um braço empunhando a bandeira da cruz de cristo usada pelos navegantes portugueses simbolizando a fé cristã. Sobre ele, há uma coroa de cinco torres visíveis (sendo 8 no total), símbolo de uma capital de estado. As laterais são adornadas por ramos de café: o principal fator da economia paulista na época.
A divisa NON DUCOR DUCO quer dizer Não sou conduzido, conduzo, e valoriza a independência das ações desenvolvidas pela cidade e seu papel de liderança no estado e no país.
Criado em 1916, durante o governo municipal de Washington Luís, o concurso para escolha do brasão teve como vencedor o desenho de Guilherme de Almeida e José Wasth Rodrigues. Posteriormente, com algumas alterações solicitadas pela comissão julgadora, o brasão foi oficializado em 8 de março de 1917.
(Wikipedia)

30 de dez de 2009

I Say a Little Prayer

The moment I wake up
Before I put on my makeup
I say a little prayer for you
While combing my hair, now,
And wondering what dress to wear, now,
I say a little prayer for you 

 
"The Cliff Richard Show", 1970.


29 de dez de 2009

YouTube em Hi-Definition



O YouTube está disponibilizando desde novembro a exibição de vídeos em HD 1080p, ou seja, alta definição com 1080 linhas progressivas.
É uma grande evolução desde o lançamento do site em 2005, quando o único formato disponível era o de 320x240 pixels, com codec Sorensen.
A popularidade do YouTube cresce exponencialmente, e hoje é o quarto site mais visitado de toda a Internet. Cálculos estimam que o YouTube em 2007 consumiu a largura de banda ("bandwidth") equivalente a toda a Internet de 2000. Embora haja muita polêmica e informações desencontradas em torno do assunto, segundo o Credit Suisse o custo do "bandwidth" do YouTube teria chegado em 2008 a US$ 1 milhão/dia. Números que devem crescer ainda mais com a chegada da alta definição.
O YouTube trouxe uma revolução nos hábitos dos fãs de audiovisual, que aos poucos abandonam a TV em favor dos vídeos online.

28 de dez de 2009

O jogo do século

History Channel exibiu há pouco o documentário "Game Over - Kasparov and the Machine" ("Fim de Jogo"), o dia em que o maior enxadrista de todos os tempos perdeu para uma máquina.
Em 1997 o russo (nascido no Azerbaijão) Garry Kasparov, Grande Mestre que derrotou com apenas 17 anos o campeão soviético Anatolyi Karpov, enfrentou o computador Deep Blue, desenvolvido pela IBM. Tratava-se de um hardware específico para o jogo de xadrez. O confronto, realizado em uma série de 6 partidas, desenrolou-se em clima muito tenso. Após vencer a partida inicial com facilidade, Kasparov foi derrotado por Deep Blue na 2.ª partida, o que o abalou profundamente. Na partida final, psicologicamente abatido, entregou o jogo.
O russo fez repetidas acusações de fraude à equipe da IBM, alegando que o computador não poderia ter realizado determinados lances sem intervenção humana. O documentário reverbera essa hipótese, informando que as ações da IBM se valorizaram 15% no dia seguinte ao jogo.
Garry Kasparov perdeu o título de Grande Mestre em 2000 para Vladimir Kramnik, e em 2005 anunciou sua aposentadoria do xadrez. Hoje dedica-se à política na Rússia, e é opositor do ex-presidente Vladimir Putin.

Vanessa Carlton - A Thousand Miles

A "Stefhany" original de fábrica - pilotando seu maravilhoso piano...


26 de dez de 2009

Vanishing Point

O famosíssimo "tema do Globo Repórter", música da trilha sonora de Vanishing Point (no Brasil, Corrida Contra o Destino), filme de 1971, estrelado por Barry Newman.

No filme, o motorista de entregas Kowalski faz uma aposta: ir do Colorado a San Francisco em 15 minutos... Perseguições, uma loira nua em uma moto, um DJ cego que guia Kowalski: um grande cult dos anos 70, com uma trilha sonora interpretada por JB Pickers.

(sinopse adaptada do imdb.com)


Ilha Comprida e Fina

Foto tirada na ponta da praia, Ilha Comprida.

Notem a largura da Ilha neste ponto: ao fundo, os morros já estão no continente...



24 de dez de 2009

Kitch Zona Sul

1978: o Brasil da Abertura descobre o maravilhoso mundo da TV.

Ronaldo Resedá e Heloísa Millet no Fantástico (tema da novela Dancin' Days):


23 de dez de 2009

Carlos Imperial: "DEZ, NOTA DEZ...!!!"

- Quando eu era sentimental, fazia as coisas bonitinhas e ganhei muitos aplausos e vários prêmios em TV. Mas continuei andando de ônibus e comendo sanduíche de mortadela. Depois, quando ataquei de pilantra, passei a receber vaias. Mas, em compensação, comprei um Mercury Cougar e passei a jantar no Berro D'água. Moral da história: eu prefiro ser vaiado num Cougar que ser aplaudido num ônibus. 


A ficção científica de Al Gore



"Al Gore recorre a factos e observações reais, mas não se furta a mentir, distorcer e alarmar, para asseverar categoricamente que todas as desgraças – secas, calor, cheias, extinção de espécies, etc. – se devem ao 'aquecimento global'.

Marlo Lewis Jr. identifica no livro/filme 'Uma Verdade Inconveniente' 26 afirmações distorcidas, 17 enganosas, 10 exageradas, 28 especulativas e 19 erradas."

Texto completo:

22 de dez de 2009

Are you still having fun?

Eagle Eye Cherry nasceu na Suécia em 1971, e possui fina linhagem artística: é filho do jazzista Dan Cherry e irmão da cantora Neneh Cherry.

Seu estilo despretensioso e light é o puro pop-rock dos anos 2000.

(gatt0s, 30/11/2009)


Avril Lavigne - He Wasn't...

She's a brat...!


Swing Out Sister - Twilight World


"Estadão" é alvo de cyber-ataques



Páginas do Estadão estão sendo bloqueadas.

Hoje foi a segunda vez que percebi que notícias do Estadão sobre censura na web são bloquedas por uma nova ferramenta do Google, que notifica os usuários da presença de scripts maliciosos.

A mensagem apareceu apenas no browser Firefox. No IE, Apple Safari e Google Chrome, a notícia foi exibida normalmente.

Escrevi ao jornal, relatando o ocorrido.

Página bloqueada:

Blogueiros vão recorrer contra mordaça em MT

Adriana e Cavalcanti vão ao TJ para tentar derrubar liminar que os impede de 'emitir opiniões' sobre deputado alvo de 92 ações por desvios de verba

http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20091121/not_imp469894,0.php

(gatt0s, 21/11/2009) 

Uniburka: seus problemas acabaram!

Geisy Arruda no Casseta & Planeta:


Achtung! The Swedish Rhapsody Numbers Station


No post sobre o Muro de Berlim, comentei que as Ondas Curtas foram um importante instrumento ideológico durante a Guerra Fria. Mas também foram utilizadas como ferramenta de espionagem. Além das conhecidas emissoras nacionais (do lado comunista, Rádios Moscou, Berlim, Pequim, Praga, Havana; e do ocidente, VOA, BBC, Deutsche Welle, Radio Nederland), alguns estranhos sinais fora do espectro broadcasting podiam ser sintonizados. Talvez os mais misteriosos de todos sejam as "Number Stations", transmissões de seqüências de números agrupados. Não há até hoje uma explicação única sobre este fenômeno ou conhecimento da origem dessas emissões.

A escuta deste tipo de transmissão é classificada como DXismo (do código do radioamadorismo, "DX" significa sinal desconhecido). Especificamente, a escuta de sinais non-broadcast é denominada "DXismo utilitário". O assunto ganhou popularidade nos anos 90; The Conet Project, uma coleção de CDs com diversas gravações de "number stations", tornou-se um "cult" entre artistas de música eletrônica. Muitas emissões hoje são identificadas pelos dexistas como estações utilitárias militares, que transmitem sinais codificados para receptores remotos. Porém as "Number Stations" permanecem de origem desconhecida.

Uma das mais estranhas "Number Stations" é a famosa "Swedish Rhapsody": uma melodia do folclore sueco, tocada em uma caixa de música, é seguida por uma seqüência de números recitados por uma garota em alemão.

(gatt0s, 14/11/2009)

The Wall

A Alemanha comemorou ontem, 09 de novembro, os 20 anos da queda do símbolo máximo da Guerra Fria: o Muro de Berlim.

Imaginem, para quem mora em São Paulo por exemplo, se o trânsito da Av. Paulista fosse de um dia para o outro bloqueado, e sobre o canteiro central da Consolação fosse construído um muro, com uma guarita, um ponto de checagem e guardas armados de metralhadoras. Se você mora na Zona Sul e tem parentes, digamos, em Pinheiros, não vai mais poder visitá-los, não vai poder mais nem falar com eles. Não há Internet, as emissoras de rádio são controladas pelo governo, as cartas são violadas. E se tentar cruzar a fronteira entre esses dois novos mundos, será fuzilado e deixado para morrer naquele lugar.

Os berlinenses conviveram com essa vida dividida por mais de 40 anos. Enquanto dirigentes da ex-Alemanha Oriental declaravam que o país tolerava diferenças, oposicionistas do regime eram encarcerados. As histórias de fuga dos berlinenses orientais chegam a ser bizarras. Um deles tentou escapar para o lado ocidental com um balão.

Na literatura, o conto de John Le Carré, "O Espião que Saiu do Frio", retrata de maneira soberba o clima da época.

As Ondas Curtas eram uma ferramenta ideológica importante para ambos os lados. Da parte dos ocidentais, as Rádios Liberty e Free Europe transmitiam para o setor oriental; do lado comunista, a Rádio Berlim fazia proselitismo anti-capitalista para os países da América Latina.

Na época eu era um ouvinte ativo das Ondas Curtas, e me correspondia com diversas rádios da Cortina de Ferro. Uma vez enviei uma carta à Rádio Albânia, e dias depois uns sujeitos do PCdoB bateram na minha porta, perguntando se eu queria me filiar; isso em 1989... Escrevi também à Rádio Berlim e recebi um farto material de propaganda. A peça mais bonita foi um calendário de 1990, o último ano de existência da DDR (Deusche Demokratische Republik, Alemanha Oriental), sobre as fontes de Berlim. Eu o mantenho até hoje na parede de meu quarto.

(gatt0s, 10/11/2009)

Dreams



Now here you go again
You say you want your freedom
Well who am I to keep you down
It's only right that you should
Play the way you feel it
But listen carefully to the sound
Of your loneliness
Like a heartbeat...drives you mad
In the stillness of remembering what you had
And what you lost...
And what you had...
And what you lost

Thunder only happens when it's raining
Players only love you when they're playing
Say...Women...they will come and they will go
When the rain washes you clean...you'll know

Now here I go again, I see the crystal visions
I keep my visions to myself
It's only me
Who wants to wrap around your dreams and...
Have you any dreams you'd like to sell?
Dreams of loneliness...
Like a heartbeat...drives you mad
In the stillness of remembering what you had...
And what you lost
And what you had...
And what you lost

Thunder only happens when it's raining
Players only love you when they're playing
Say...Women...they will come and they will go
When the rain washes you clean...you'll know


(gatt0s, 07/11/2009)

Radio





It's late at night, and I'm feeling down
There are couples standing on the street
Sharing summer kisses and silly sounds

So I step inside, pour a glass of wine
With a full glass and an empty heart
I search for something to occupy my mind

But you are in my head, swimming forever in my head
Tangled in my dreams, swimming forever

So, I listen to the radio (listen to the radio)
And all the songs we used to know (listen to the ...)
So I listen to the radio (listen to the radio)
Remember where we used to go

Now it's morning light and it's cold outside
Caught up in a distant dream
I turn and think that you are by my side

So I leave my bed and I try to dress
Wondering why my mind plays tricks
And fools me into thinking you are there (you are there)

But you're just in my head
Swimming forever in my head
Not lying in my bed
Just swimming forever

So I listen to the radio (listen to the radio)
And all the songs we used to know (listen to the ...)
So I listen to the radio (listen to the radio)
Remember where we used to go


(gatt0s, 01/11/2009)

'Obama é o Brasil dos políticos'



In a SPIEGEL interview, Charles Krauthammer, the leading voice of America's conservative intellectuals, discusses Barack Obama's Nobel Peace Prize, the president's failures and the state of the United Nations and the international community.

SPIEGEL: Mr. Krauthammer, did the Nobel Commitee in Oslo honor or doom the Obama presidency by awarding him the Peace Prize?

Charles Krauthammer: It is so comical. Absurd. Any prize that goes to Kellogg and Briand, Le Duc Tho and Arafat, and Rigoberta Menchú, and ends up with Obama, tells you all you need to know. For Obama it's not very good because it reaffirms the stereotypes about him as the empty celebrity. 

SPIEGEL: Why does it?

Krauthammer: He is a man of perpetual promise. There used to be a cruel joke that said Brazil is the country of the future, and always will be; Obama is the Brazil of today's politicians. He has obviously achieved nothing. And in the American context, to be the hero of five Norwegian leftists, is not exactly politically positive.

http://www.spiegel.de/international/world/0,1518,656501,00.html

(gatt0s, 02/11/2009)

"Eu recomendo!"



(gatt0s, 31/10/2009)

THE INVADERS



The Invaders, alienígenas vindos de um planeta moribundo. E David Vincent os viu.
Produzida por Larry Cohen, estrelado por Roy Thinnes como David Vincent, e exibida nos EUA de 1967 a 1968, "Os Invasores" traz um pouco do clima de medo e paranóia presente na América do macarthismo e da Guerra Fria. Mesmo produzindo uma série de ficção científica, Cohen não escondeu o fato, em entrevista, de que sua intenção era também retratar o clima do "medo vermelho" da época. Larry Cohen foi listado pelo macarthismo como um dos "comunistas infiltrados" em Hollywood.
A série está sendo reprisada no Brasil pelo TCM, aos sábados e domingos.
(gatt0s, 29/10/2009)

Um Novo Amanhã

Anuncio aos participantes deste blog que, a partir de hoje, não mais postarei assuntos polêmicos, relacionados à política e atualidades. Apenas mensagens positivas, visando à comunhão dos povos e a felicidade geral de nossa comunidade.

Para iniciar esta nova fase, um vídeo familiar e enriquecedor:



A Riqueza

Reinaldo Azevedo:

"Historicamente, o lucro fez a riqueza das nações.
E o estado, a riqueza de alguns larápios."


(gatt0s, 15/10/2009)

Nena


Alguns de vocês (mais "velhinhos") devem se lembrar de Nena, uma cantora pop alemã que fez sucesso no início dos anos 80.

Outro dia li no Globo que ela anda freqüentando uma certa máquina do tempo, em que os participantes têm de entrar pelados... Pelo visto a tal máquina está fazendo efeito, pois ela continua muito bonita e canta hoje melhor que nunca.

Hast du etwas Zeit für mich,
dann singe ich ein Lied für dich,
von 99 Luftballons
auf ihrem Weg zum Horizont

Est-ce à moi que tu pensais ?
Alors écoute ma chanson
des 99 ballons
Et vois ce qui est arrivé…

Se você tiver tempo para mim
Eu cantarei uma canção para você
Sobre 99 balões a caminho do horizonte

(gatt0s, 11/10/2009)

O Senhor da Bengala

Qualquer semelhança é mera coincidência... 

(almanaq, 30,11/2005) 


 

Bengaladas



Após agredir o deputado José Dirceu a bengaladas e prestar depoimento, o escritor Yves Hublet aconselhou a leitura de Dom Quixote, de Miguel de Cervantes. 

(almanaq, 30/11/2005)

É o Amor



Assisti há pouco "2 Filhos de Francisco". Como cinema é bem produzido, tem um ritmo razoável e boa fotografia. Bom roteiro e direção segura; tem momentos engraçados, alguns tristes... Mas não entendi o oba-oba em torno desse filme, não.

É filme feito para os fãs, que devem se debulhar em lágrimas nas duas horas de duração. Para quem não gosta do gênero musical (como eu), admira o filme em si, que é um pipocão. Mas também me coloquei na posição de um estrangeiro vendo o filme; não vai entender nada. Não sei de onde tiraram a idéia de que é filme para concorrer ao Oscar. Aliás brasileiro tem essa mania: fez sucesso aqui, vai abalar o mundo...

Ao final, ficam duas lições: a dupla venceu por esforço próprio; e para isso aderiram a um esquema totalmente comercial, pois sua música pode ser tudo, menos de boa qualidade.

Mas a obra caiu na graça do público, e parece que vai ser o norte das próximas produções do Cinema Novinho: apelo popular, sem pudores intelectualizados. 


(almanaq, 27/11/2005)

A classe operária vai ao bordel


Peleguismo sexual: A classe operária vai ao bordel (26/10/05)
Ivana: 1000 euros e bolsa Louis Vuitton

Ivana conta tudo à TV SAT1 Pela primeira vez uma prostituta que tinha como clientes os executivos e sindicalistas envolvidos no escândalo da Volks apresenta-se na TV alemã e conta picantes detalhes.

A checa Ivana, 22 anos, relatou ao programa Akte 05, da TV SAT 1 como ela e as colegas eram contradadas nas viagens dos envolvidos a Praga, preços, presentes e desejos dos insuspeitos senhores.
Numerosas vezes ela e amigas prestaram serviço ao sindicalista Klaus Volkert, ao executivo Klaus-Joachim Gebauer e outras importantes figuras em torno da montadora.

Filial e ministro Luiz Marinho, sim, envolvidos (19/10/2005)
Também presidente da empresa brasileira Hans-Christian Maergner

Prego batido e ponta virada. Como o ABKnet vem afirmando, o escândalo da Volkswagen não apenas começou no Brasil. Baseado no que tem circulado, ele foi praticado no país em todo o período e envolve não apenas executivos da empresa e sindicalistas do Conselho de Empresa da filial brasileira, como Mario Barbosa, antigo chefe do conselho, mas até mesmo o atual Ministro do Trabalho, Luiz Marinho, ex-presidente da CUT. Além disso tudo ocorria com o conhecimento do atual presidente da empresa no Brasil, Hans-Christian Maergner e do responsável pela América do Sul na matriz da empresa em Wolfsburg, Lauro Alcântara.

A acusação é, mais uma vez, de Klaus-Joachim Gebauer, que vem derrubando montes e montanhas desde que explodiu o escândalo, em entrevista que sai amanhã em um periódico alemão. "O sistema de privilégios e favorecimentos era também praticado na filial brasileira. Para os mais importantes era tudo perfeitamente organizado, com hotéis e garotas", afirma Gebauer na entrevista.
E não somente no Brasil. Em uma visita à matriz, o atual ministro Luiz Marinho, então sindicalista, juntamente com Mario Barbosa, visitaram até mesmo um bordel com custos pagos pela empresa.



http://abknet.de/volks.htm


(almanaq, 11/11/2005)

Dias que Chocaram o Mundo


Ontem The History Channel exibiu um documentário da série Dias que Chocaram o Mundo. Um dos mais belos documentários que já vi ultimamente, com dramatizações de fatos relacionados entre si e que abalaram suas épocas.

Sinopse de Alcançando as Estrelas, exibida ontem:

"No dia 12 de abril de 1633, o cientista Galileu Galilei enfrenta, na cidade do Vaticano, o julgamento contra ele iniciado pela Igreja Católica Romana. Seu crime foi sugerir que o sol, e não a terra, era o centro do universo conhecido e que, assim como os outros planetas, a terra girava a seu redor. O astrônomo seria silenciado até o final de seus dias. E exatamente 328 anos mais tarde, o major russo Yuri Alexeyevich Gagarin realiza a primeira incursão humana à órbita terrestre, e coloca a União Soviética à frente da corrida espacial."


http://www.thc.tv/franquicia.asp?programid=001393&Fran=F000000133&fotAct=2


(almanaq, 01/11/2005)

Lula na Rússia


"Olhaí, Galega, os prédio parece tudo que nem Dan Top...!" 

(almanaq, 19/10/2005)

Brasil e o futuro


Recebi uma carta do então Major Pontes quando editava a revista VivaCiencia em 2002. Segue a carta e minha resposta:

Brasil e o futuro

Parabéns pelo website e pelo importante trabalho de divulgação da Ciência e da Tecnologia no Brasil. Precisamos incentivar os jovens a construir um País melhor e com melhores condições de vida. Isso só pode ser feito pela educação e união de todos. Grande abraço.
Marcos Cesar Pontes
Astronauta NASA - JSC
www.marcospontes.net

Prezado Marcos:
É uma honra para esta publicação receber os cumprimentos do primeiro astronauta brasileiro em treinamento no Johnson Space Center - NASA, o Major Aviador Marcos Cesar Pontes. Sem dúvida Marcos Pontes é exemplo a ser seguido. Para construirmos o futuro, não existem soluções fáceis, apenas um sério investimento em Educação e Pesquisa. Fazemos aqui a nossa pequena parte. 


(almanaq, 19/10/2005)

Govorit Moscova!



(Almanaq, 17/10/2005)

De volta ao passado



(almanaq, 29/09/2005)

Ásia

Na ordem: Torre de Tv em Xangai, China; Petronas Towers, em Kuala Lumpur, Malásia; Bank of China, Hong Kong.

http://www.skyscraperpicture.com



(almanaq,  28/09/2005)


 

Morre Don Adams, o "Agente 86"


O comediante que conquistou os telespectadores no papel do atrapalhado Agente 86, seriado dos anos 60, morreu aos 82 anos

Los Angeles - Don Adams, o comediante que estrelou o seriado de televisão no papel do atrapalhado agente Maxwell Smart da série dos anos 60 Agente 86, morreu de infecção pulmonar. Ele tinha 82 anos.

A relação entre Adams e sua parceira na série, a "Agente 99", papel interpretado pela atriz Barbara Feldon, acabou em casamento, com filhos gêmeos.

O seriado ganhou por duas vezes o Emmy de melhor série de comédia e rendeu três Emmys a Adams como ator de comédia.



(almanaq, 26/09/2005)

She Spies



A Record está exibindo a série She Spies (aqui com o nome "As Espiãs"), a história de três ex-presidiárias que se tornam agentes de uma organização secreta. A série é muito bobinha, mas um pouco engraçada e vale pela loirinha "DD", intrepretada por Kristen Miller.

http://www.shespies.com

A esquerda, sem rumos!



(almanaq, 02/09/2005)

Pioneiros


O curador da Wright Brothers Aeroplane Company e Museu dos Pioneiros da Aviação preparou uma longa resposta aos brasileiros que escrevem toda hora para dizer que não foram os Irmãos Wright mas Santos Dumont quem inventou o avião:

Antes de escrever este artigo, apresentei meus argumentos para um amigo que viveu muito tempo no Brasil e é apaixonado por sua cultura. Seu comentário: "Você apresentou sua posição com lógica clara mas não vai impressionar ninguém no Brasil." Os brasileiros, ele explica, têm sua própria forma de recontar a história. Santos Dumont, para um brasileiro, foi o primeiro a voar não porque ele voou primeiro mas porque, na mente de seus compatriotas, ele merecia ser o primeiro. Ele se expressava com mais paixão, tocava a vida com mais graça e voou com mais testemunhas que os tímidos, ermitões e um bocado discretos Irmãos Wright.

Um correspondente de Brasília, Brasil, me explicou de outra forma. Em 1937, o Brasil estava em meio à ditadura Vargas. Vargas instituiu um departamento em seu governo para "Informação e Propaganda". De acordo com esta fonte, "O DIP tinha a responsabilidade de publicar todos os livros escolares e mantinha uma linha clara de cantar as honras do Brasil e tudo que fosse brasileiro. A ditadura Vargas terminou em 1945 mas os livros escolares influenciados pelo DIP permaneceram. (Eu estudei em livros assim.) Os Irmãos Wright e outros pioneiros da aviação são raramente mencionados."

Como resultado desta doutrinação, a primazia aeronáutica de Santos Dumont transformou-se em parte do sistema de crenças de muitos brasileiros. Quando um norte-americano expressa a opinião de que os Irmãos Wright venceram Santos Dumont na corrida em vários anos, ele está atacando um item da crença cultural brasileira. O brasileiro reage com emoção, o norte-americano argumenta com provas objetivas, então ele fica sendo o ianque arrogante.

Sejam quais forem nossas diferenças neste assunto, gostaria que os brasileiros que me escrevem promovendo a causa de Santos Dumont o fariam sem achincalhar os Irmãos Wright. Colocando a história da aviação e crenças culturais de lado, é claro para mim que Santos Dumon tinha um coração generoso e um bocado de graça pessoal. Ao longo de sua vida, nunca tentou melhorar sua reputação passando por cima de ninguém. Se os seus defensores fazem isso, estão fazendo pouco da memória deste grande homem e aviador.


(Pedro Doria - "no minimo") 



(almanaq, 02/09/2005)

É um certo Inácio, sr. Presidente...!

"Quem é esse rapaz que cita meu nome todos os dias?" 



(almanaq, 30/08/2005)

Momento Cívico



(almanaq, 25/08/2005)

Silence



(almanaq, 24/08/2005)

A número 1!

(© www.sharapova.ru)



(almanaq, 22/08/2005)

Museu do Ipiranga



Grande exemplo de nosso descaso com os símbolos e monumentos é o Museu do Ipiranga, uma bela construção que foi recentemente restaurada com apoio do Banco Real. Chegou-se a um ponto em que até mesmo a bandeira nacional hasteada em frente ao monumento estava rasgada. O setor privado apoiou a restauração, parcialmente concluída ano passado.

Site do Museu do Ipiranga (Museu Paulista):

http://www.mp.usp.br


(almanaq, 18/08/2005)

Maravilhoso


(almanaq, 05/08/2005)

21 de dez de 2009

"Não vou brigar com a Globo"


César Benjamin, ex-dirigente do PT, ao programa "Canal Livre", da Band, contando sobre uma conversa com Lula após a infame "edição do Jornal Nacional", às vésperas da eleição de 1989:


“Viajei em seguida a São Paulo, onde encontrei Lula. Tivemos um diálogo curto, que nunca esqueci. Lula me disse: ‘Cesinha, sabe quem me ligou nesses dias? O Alberico [então diretor de Jornalismo da emissora], da Globo. Jantei com eles anteontem. Derrubamos quatro litros de uísque. Eu pedi que não se preocupassem, que estava tudo bem entre nós. Não vou brigar com a Globo, não é, Cesinha?’

"Apesar dos anos passados, a citação é textual. Fiquei muito perturbado ao saber, pelo próprio Lula, que, no mesmo dia em que a militância do PT protestava na rua, para defendê-lo, ele 'derrubava quatro litros de uísque' com a direção da emissora que o havia agredido e humilhado, reiteradamente, nas semanas anteriores. A conversa serviu, para mim, como um sinal amarelo sobre o caráter do nosso líder. Mas sua imagem só desmontou definitivamente em 1994, quando bancos e empreiteiras começaram a financiar pesadamente o PT, à revelia da direção nacional e da militância, mantidas na ignorância dos novos esquemas paralelos.”


(foto do Canal da Imprensa) 


(almanaq, 01/08/2005)

Miss Daslu


IstoÉ Gente:

Uma cerimônia realizada na segunda-feira, dia 18, no DirecTV Music Hall, em São Paulo, marcou a homenagem que a Editora Três fez, pela primeira vez, aos grandes destaques do ano 2000 em suas publicações. Cerca de 700 convidados estiveram presentes ao evento que começou por volta das 19 horas, com um coquetel.

A revista ISTOÉ Gente elegeu cinco personalidades, a Dinheiro, cinco empreendedores e, a ISTOÉ, os cinco brasileiros que se destacam em diferentes categorias no ano 2000. As edições especiais com os homenageados estarão nas bancas e nos sites das revistas a partir de quarta-feira, dia 20.

Entre os eleitos, a prefeita Marta Suplicy, a Personalidade do Ano, segundo Gente, roubou a cena. De longo vermelho da Daslu e sorriso cativante, Marta foi cercada por jornalistas e admiradores, como o senador José Sarney e o desenhista Maurício de Souza, e arrancou elogios explícitos. A empresária Viviane Senna, eleita como a Brasileira do Ano, de acordo com a ISTOÉ, não se conteve e rasgou seda diante da prefeita: "Você arrasou, está maravilhosa."

A prefeita chegou sozinha, minutos antes de subir ao palco, por volta das 20h40. Pediu desculpas pelo atraso e explicou que estava em reunião com os secretários que farão parte de seu governo. Também respondeu a todas as perguntas, com humor e delicadeza. "Proeza mesmo será receber esse prêmio daqui quatro anos", brincou Marta, que, embora tenha ressaltado as dificuldades que enfrentará em sua administração, demonstrava tanta confiança e otimismo quanto os outros homenageados. 


(almanaq, 15/07/2005)

Rumo ao reinado do grosseirão

"Doravante, como na Revolução Francesa, pelo menos em seus momentos culminantes, 'a inteligência pela inteligência' é suspeita, enquanto a devoção do bruto e até mesmo seus instintos desencadeados são considerados 'revolucionários'. Doravante, já que se trata de sua ditadura, o proletário, como um predestinado, será salvo, eleito, mesmo que estupre, que mate, que roube, sendo sua simples qualidade de 'trabalhador' um passaporte para a impunidade e uma auréola de santo. Durante esse período aberrante, que Górki qualificará de 'reinado do grosseirão', vai se poder gritar: 'Abaixo a inteligência!'".

"A Rússia durante a Revolução de Outubro", de Jean Marabin 


(almanaq, 13/07/2005)

Salman Rushdie


"Receio dizer que não gosto do trabalho de Paulo Coelho. Também não gosto de 'O Código Da Vinci', mas parece que o livro vende muito bem. Ou tenho mau gosto ou as outras pessoas têm", brincou o autor de "Versos Satânicos" e do recém-lançado "Shalimar, o Equilibrista". "Há livros facilmente consumíveis e que dão um conforto simples às pessoas. Não é o meu negócio."

(da Folha) 


(almanaq, 12/07/2005)

Narciso Vernizzi


Morre Narciso Vernizzi, o homem do tempo

São Paulo - O meteorologista Narciso Vernizzi, conhecido como "homem do tempo", faleceu nesta segunda-feira, aos 86 anos, em São Paulo.

Segundo a rádio Jovem Pan, onde ele trabalhava, Narciso Vernizzi ingressou na rádio Panamericana há 57 anos.

(do Estadão) 


(almanaq, 11/07/2005)

Gemidos de Sharapova serão vigiados

Londres - Campeã do ano passado em Wimbledon, Maria Sharapova abre a rodada desta terça-feira da quadra central do All England Club para enfrentar a espanhola Nuria Llagostera, conhecida como a tenista mais baixa do circuito feminino, com apenas 1,55 metro. O público promete lotar as arquibancadas, a briga dos fotógrafos por um lugar no palco dentro da quadra é a maior já vista para uma partida de primeira rodada e milhões e milhões de investimentos feitos na tenista russa estarão em jogo.

E diante de uma repercussão gigantesca para a estréia da tenista russa no torneio, o árbitro-geral do All England Club, Alan Mills, disse estar preocupado com os gemidos de Maria Sharapova. Diz que são muito altos e que se o juiz de cadeira perceber que está fazendo de propósito, procurando prejudicar a adversária, ela deverá ser advertida.

O jornal inglês Sunday Times garante ter feito uma aferição e consta que os charmosos gritinhos da russinha alcançam a casa dos cem decibéis - "quase o mesmo barulho de um avião pequeno aterrisando", exagera o periódico.

Alan Mills, com 22 participações como árbitro-geral de Wimbledon, irá se aposentar após a competição deste ano. Mas, antes de se retirar, quer uma mudança nas regras, exigindo um controle maior nos gemidos das tenistas - especialmente Sharapova. "Nos últimos anos, as tenistas estão gritando cada vez mais alto. Muitas fazem de propósito e é preciso criar um meio de controlar esse abuso", justificou.

(do Estadão) 


(almanaq, 20/06/2005)


 

Rocky

O "Double Pack" do Canal AXN mostrou neste sábado à noite Rocky IV e Rocky V. De Rocky IV só se salva a luta com o "soviético" Dolph Lundgren; de resto, o roteiro é bobo, a fotografia é cafona, a montagem é cafona, e a trilha sonora é irritante. Já Rocky V é um bom filme. Escrito pelo próprio Stallone, mostra a decadência do campeão e tem umas boas brigas de rua.

Gostaria de comprar em DVD o original "Rocky", considerado o melhor filme de 1976.
 

(almanaq, 19/06/2005)



Conflito de gerações

É o ocaso da geração 68!

(almanaq, 14/06/2005)



20 de dez de 2009

Pele vermelha...


Joséphine:
"Ela é bonita, atraente eu diria. Mas tem uma aparência camponesa."

Napoleão:
"Ela é a Condessa..."

Joséphine:
"Marie Walewska, eu sei. Mesmo com pó no rosto, uma polonesa se entrega, com aquela pele vermelha. E ainda aquele chapéu ridículo...!" 


(Napoleon, série de 2002 exibida por The History Channel) 


(almanaq, 05/06/2005)

Talleyrand


Talleyrand, Charles Maurice: Príncipe de Benevente, bispo de Aut'un no Antigo Regime, presidente da Assembléia Nacional (1790), ministro das Relações Exteriores do Diretório, do Consulado e enfim do Império. Era diplomata hábil, mas sem valor moral.
(Dicionário Prático Ilustrado - Lello e Irmãos - Porto, 1959)


Só faço uma pergunta: será que hoje Charles Maurice de Talleyrand também receberia um cheque em branco? 



(almanaq, 05/06/2005)

CPOR III

Minha turma no CPOR-SP, Cia. de Comando e Serviços (CCS) - 1983: 


 

Minnie

"Pelo menos a Minnie ainda fica comigo..." 



(almanaq, 23/05/2005)
 

Ephemera Now



(almanaq, 14/05/2005)

Bando de Cumpanhêro



The PeTelho Channel, em co-produção com a TV CUT, lançam "Bando de Cumpanhêro", a saga da companheirada dos butecos de SBC ao Palácio do Planalto.

Um relato sensível e emocionado. Efeitos especiais, espetáculos diários e foguetórios, em uma produção de 19,5% ao ano. Episódios:

1. "Fui rôbado!" - A verdadeira história dos bastidores do "Jornal Nacional". A manipulação da imprensa burguesa, a serviço do capital!

2. "Perdi di novo!" - A derrota dos Trabalhadores para o governo neo-liberal de FHC. Especial com duas horas de duração.

3. "Agora vai!" - Finalmente, a vitória!

4. "Em casa, quem canta de galo sou eu!" - Especial sobre a vida e obra de Duda Mendonça.

5. "O que deu no poste" - Waldomiro Diniz e as calúnias da imprensa burguesa.

6. "Severino, ou a Volta do Anti-Cristo" - Especial sobre a vida e obra de Chico Caruso.

7. "O melhor do brasileiro é seu traseiro" - Lula e o setor financeiro: um casamento feliz.

8. "De volta ao futuro" - Rumo a 2006!

Apoio Ministério da Cultura.
Em breve na sua telinha. Não perca! 


(almanaq, 01/05/2005)

Band of Brothers



The History Channel América Latina está apresentando a série "Band of Brothers", produzida em 2001. Baseada em um livro de Stephen Ambrose de mesmo nome, a série de 11 filmes contou com produção executiva de Steven Spielberg e Tom Hanks, e custou 120 milhões de dólares.

A série de 11 filmes, cada um deles com mais de uma hora de duração, retrata o treinamento e combate da Easy Company, do 506.º Regimento de Infantaria Pára-quedista (Airborne). Difícil descrever aqui a qualidade da produção e sensibilidade das situações narradas nos episódios, reforçada pela trilha sonora e excelente performance dos atores.

O site de The History Channel traz um especial sobre a série, com resumo, elenco, fotos, amostras da trilha sonora e até a contextualização histórica do conflito.

No site Internet Movie Database (Imdb.com), especializado em resenha de filmes, clássicos como "Citizen Kane" recebem notas de 8,5. Já "Band of Brothers" recebeu uma média de 9,5 em votação feita pelos internautas.

Os membros da "Easy Company" até hoje se reúnem anualmente, em eventos organizados pelo ex-comandante Richard Winters e pelo veterano "GI" Bill Guarnere.

O hotsite do THC pode ser acessado em
http://www.thc.tv/bob


(almanaq, 01/05/2005) 

Sempre ela...

Melhor curtir a beleza de Sharapova...



(almanaq, 26/04/2005)

Falta de educação "virtual" ou real?

"Agora, o que eu não entendo é como as pessoas têm coragem de não responder e-mails de outras pessoas das quais dependem. A gente sabe que educação e gentileza acontecem muito mais por interesse do que por fazer parte do comportamento natural do ser humano. É cultural estabelecer diferentes níveis de cordialidade dependendo da posição hierárquica de nossos interlocutores, ou do nível de interesse que temos em relação a eles. Mas, por e-mail, parece que nem essa preocupação existe.

Acredito que a maioria não se comporta dessa forma por grosseria. É mais um não se importar, uma falta de cuidado com as relações. O contato entre as pessoas está cada vez mais utilitarista, frio, seco e breve. Quem aprendeu as regras tácitas da boa comunicação em outras épocas, ainda consegue manter o mesmo padrão no contato via e-mail. Mas aqueles que desenvolveram sua sociabilidade na era da internet, não conseguem perceber a importância de algumas atitudes básicas."

Texto completo:
http://www.digestivocultural.com/colunistas/coluna.asp?codigo=1602



(almanaq, 24/04/2005)

"Por Deus, as estrelas vermelhas são inúteis!"

Um dos livros que estou lendo no momento é "Yalta, ou a Partilha do Mundo", do francês Arthur Conte. O livro, escrito em 1964, foi editado em português pela Bibioteca do Exército Editora em 1986.

O livro é um relato minucioso da situação do conflito e do encontro dos "Três Grandes" que ocorreu em Yalta, no início do 1945, ocasião em que a situação do mundo pós-2.ª Guerra já começava a se delinear.

Conte é um entusiasta ao se referir ao comunismo e à URSS, para ele uma nação que se encaminha a um futuro glorioso, ao contrário dos EUA e da Grã-Bretanha, "onde se processa um ciclo de evolução que a Rússia já sofreu há 30 anos e no qual o soviético tem a certeza de não voltar a cair".

A base da ação externa da URSS é assegurar a vitória da Revolução e exportá-la ao resto do globo, começando pelos "Estados-tampão" do Leste Europeu, aí incluída também a Finlândia.

O assessor do Marechal Tito da Iugoslávia, Milovan Djilas, visitou Josef Stalin no verão de 1944. Palavras de Stalin:

- Sobretudo, evitem assustar os ingleses. Não os alarmem com um eventual golpe de força comunista. Façam-se menos comunistas possível. Que pensam fazer com essas estrelas vermelhas nos bonés? Importante é o que se merece, e vocês... Estrelas! Por Deus, as estrelas vermelhas são inúteis!



(almanaq, 19/04/2005)

Franjinha

Abomino tudo que se refere a Big Brother, mas ao menos uma coisa o programa tinha de (muito) bom: Natália Nara. Repare só, que franjinha bem cortada!

(© Revista Vip)


(almanaq, 17/04/2005)



Kari Byron

Recebi uma resposta muito simpática de Kari Byron por e-mail. Kari é uma das assistentes dos MythBusters, a série de maior sucesso do Discovery.

Além de detonadora de mitos e muito bonitinha, Kari também é escultora e artista plástica. Nosso bate-papo:


Claudio: Hello, Kari. I live in Sao Paulo, Brazil. I usually watch to Mythbusters show on Discovery. From your website I can see you are a very talented person, too. Congratulations.

Kari: I am so happy you watch the show. It is the best job I have ever had. Thanks for the compliments.

A Kari tem um website onde ela mostra seus trabalhos artísticos:
http://www.karibyron.com

Discovery

Há uns 15 anos teóricos e práticos da Comunicação discutiam como se produzir uma TV de qualidade. Alguns achavam que a saída era a criação de emissoras puramente culturais, para um público restrito; outros (no Brasil) acreditavam que era a telenovela o grande "fórum de discussão" dos problemas nacionais...

Mas a partir dos anos 90, a forma de se fazer televisão mudou: ao invés de uma programação "vertical", genérica e que busca abranger todas as classes, prevaleceu a segmentação do mercado. Assim, ao invés de apenas um canal que traz "um pouco de tudo", foram criados diversos canais especializados, para públicos específicos: esportes, notícias, música, cultura.

A CNN foi o primeiro fenômeno da nova TV. Quando foi criada, muitos acharam que estava destinada ao fracasso; afinal, quem vai ficar o dia todo apenas assistindo a notícias? A audiência atingida pela emissora durante a invasão do Iraque em 1990 provou o contrário.

Uma outra área bastante explorada na TV segmentada é a de documentários. Este tipo de produção não é novidade; afinal, os primeiros documentários datam da década de 20 ("Nanook of the North", de Robert J. Flaherty, considerado o "pai" do filme documentário, é de 1922). Mas foi apenas em 1985 que um professor chamado John Hendricks hipotecou sua casa e levantou fundos com investidores, criando o Discovery Channel, um canal especializado em documentários. 20 anos depois, o Discovery Communications International possui uma audiência potencial na casa de 1 bilhão de pessoas, atingido 165 países. Ano passado a empresa faturou US$ 2 bilhões. Ganhou mais dinheiro que nossos bancos, e produzindo cultura.

Além do clássico Discovery Channel, a empresa também opera os canais

Animal Planet - Documentários sobre o mundo animal e sua relação com os humanos
The Science Channel - Ciência e tecnologia
Discovery Health - O mundo da medicina e da saúde
Military Channel - Batalhas, história e tecnologia militar
Travel Channel - Viagens, turismo e lazer
FitTV - Fitness e saúde
Discovery Home - Culinária, decoração e jardinagem
Discovery Kids - Programação infantil
Discovery Times - História contemporânea (em parceria com The New York Times)
TLC - The Learning Channel: programação sobre cultura, diversão e o cotidiano
People & Arts - A versão do TLC para a América Latina

Apesar do porte e faturamento da empresa, o Discovery não possui estúdios ou equipe de produção. Seu conteúdo é todo criado e realizado por produtoras independentes de todo o mundo. Após aprovar o projeto - que pode ser apresentado por produtoras ou mesmo por cientistas - o Discovery participa da produção em um regime de parceria, financiando viagens, equipamentos e estadias da equipe.

Além da produção em TV, o Discovery apóia iniciativas educacionais em países do Terceiro Mundo, através de exibição de programas via satélite ou vídeo.



(Buteco.com, 06/02/2005)