22 de dez de 2009

A classe operária vai ao bordel


Peleguismo sexual: A classe operária vai ao bordel (26/10/05)
Ivana: 1000 euros e bolsa Louis Vuitton

Ivana conta tudo à TV SAT1 Pela primeira vez uma prostituta que tinha como clientes os executivos e sindicalistas envolvidos no escândalo da Volks apresenta-se na TV alemã e conta picantes detalhes.

A checa Ivana, 22 anos, relatou ao programa Akte 05, da TV SAT 1 como ela e as colegas eram contradadas nas viagens dos envolvidos a Praga, preços, presentes e desejos dos insuspeitos senhores.
Numerosas vezes ela e amigas prestaram serviço ao sindicalista Klaus Volkert, ao executivo Klaus-Joachim Gebauer e outras importantes figuras em torno da montadora.

Filial e ministro Luiz Marinho, sim, envolvidos (19/10/2005)
Também presidente da empresa brasileira Hans-Christian Maergner

Prego batido e ponta virada. Como o ABKnet vem afirmando, o escândalo da Volkswagen não apenas começou no Brasil. Baseado no que tem circulado, ele foi praticado no país em todo o período e envolve não apenas executivos da empresa e sindicalistas do Conselho de Empresa da filial brasileira, como Mario Barbosa, antigo chefe do conselho, mas até mesmo o atual Ministro do Trabalho, Luiz Marinho, ex-presidente da CUT. Além disso tudo ocorria com o conhecimento do atual presidente da empresa no Brasil, Hans-Christian Maergner e do responsável pela América do Sul na matriz da empresa em Wolfsburg, Lauro Alcântara.

A acusação é, mais uma vez, de Klaus-Joachim Gebauer, que vem derrubando montes e montanhas desde que explodiu o escândalo, em entrevista que sai amanhã em um periódico alemão. "O sistema de privilégios e favorecimentos era também praticado na filial brasileira. Para os mais importantes era tudo perfeitamente organizado, com hotéis e garotas", afirma Gebauer na entrevista.
E não somente no Brasil. Em uma visita à matriz, o atual ministro Luiz Marinho, então sindicalista, juntamente com Mario Barbosa, visitaram até mesmo um bordel com custos pagos pela empresa.



http://abknet.de/volks.htm


(almanaq, 11/11/2005)

Nenhum comentário: