11 de jan de 2010

Ayn Rand: "O estatismo sobrevive através do roubo"


"Um sistema estatista -- seja comunista, fascista, nazista ou 'bem-estar social' -- é baseado no poder ilimitado de seus governantes, ou seja, no uso da força bruta. As diferenças entre sistemas estatistas existem apenas em termos de duração e alcance; o princípio é o mesmo. Sob o estatismo, o governo não é policial, mas um criminoso legalizado que possui o poder do uso da força bruta em qualquer situação desejada contra vítimas desarmadas e indefesas."

"Se o termo 'estatismo' significa concentração de poder pelo estado às custas da liberdade individual, então o Nazismo na política foi uma forma de estatismo."

"O estatismo é um sistema de violência institucionalizada e de guerra civil perpétua. Não resta ao homem alternativa senão a luta pelo poder -- roubar ou ser roubado, matar ou ser morto. Quando a força bruta é o único critério de conduta social, e a rendição à destruição é a única alternativa, até mesmo o último dos homens, até mesmo um animal irá lutar. Não pode haver paz em uma nação escravizada."

"Estatismo -- em fato e princípio -- é nada mais que um sistema de gangs. Uma ditadura é uma gang, preocupada em exaurir os esforços do cidadão que produz. Quando um governante estatista esgota a própria economia, ele ataca seus vizinhos. Um país que viola os direitos de seus próprios cidadãos, não reconhecerá os direitos de seus vizinhos. Aqueles que não reconhecem direitos individuais, não reconhecerão os direitos de nações: uma nação é apenas um número de indivíduos.

O estatismo necessita da guerra; um país livre, não. O estatismo sobrevive através do roubo; um país livre sobrevive através de sua produção."


Ayn Rand (n. Алиса Зиновьевна Розенбаум, Alisa Zinov'yevna Rosenbaum) nasceu em São Petersburgo em 1905. Com a vitória dos bolcheviques na Revolução de 1917, a família de Rand teve seus bens confiscados e se auto-exilou na Criméia. Em 1925 obteve permissão para visitar parentes nos EUA, mas jamais retornou ao solo soviético. Nos EUA Ayn Rand trabalhou como escritora e roteirista de Hollywood. Mas seu trabalho mais marcante foi no desenvolvimento de um pensamento filosófico conhecido como Objetivismo, que rejeita os totalitarismos e reforça a crença nas liberdades individuais, no Liberalismo e no Estado de Direito.

Mais informações sobre a biografia e obras de Ayn Rand,
http://aynrandlexicon.com

2 comentários:

Luis disse...

Amigo Claudio,
Gostei imenso deste post que para mim diz muito. Se pudesse colocá-lo-ia no meu Blogue "A Tulha do Atilio". Aguardo uma resposta sua.
Um abraço amigo.
Luís

Claudio disse...

Olá, Luís:

Esteja à vontade para postá-lo em seu blog. Apenas peço para que coloque um link para o Grey Noise.

Obrigado pela visita.